Outubro.

Life is like a bicycle

Outubro sempre foi o meu mês! O mês do meu aniversário, das folhas que se colorem de vermelho nas árvores, o mês da luta contra o cancro da mama, o mês cor-de-rosa… mas este ano, o mês de Outubro será especial. Um mês de novos começos, de novos desafios.Em Outubro de 2012 decidi mudar de vida, deixar o meu conforto parisiense, a minha família e os meus amigos, para viver numa pequena cidade… Viseu! Já sei o que estão a pensar, quem é que sai de Paris para ir para Viseu??? EU! Já sei que não tem lógica nenhuma, sair da cidade do amor e enfiar-me em Viseu! Se me tivessem dito, há 3 anos atrás, que eu iria viver para Portugal, tinha dado uma gargalhada enorme. Nem vou falar da reação dos meus amigos e família, quando lhes contei o meu pequeno projeto: viver em Portugal, mais concretamente em Viseu! Em um mês entulhei o carro com as minhas tralhas e rumei para Portugal! Naquela altura precisava de fugir do stress das grandes cidades, poder focar-me em mim… uma espécie de retiro espiritual.

O primeiro ano foi difícil, muito difícil. Estar longe da família, dos amigos, da minha rotina diária, dos copos depois do trabalho, das jantaradas entre amigas, dos domingos e das sessões de cinema em família… Sentia saudades do meu conforto e de estar rodeada por pessoas que amo. Se chorei? Muito… Chorei quando estava sozinha em casa e os meus amigos estavam a jantar juntos a 1500km de casa. Chorei quando não estava presente nos aniversários. Chorei quando me anunciaram as gravidezes por telefone e não pessoalmente como era costume. Mas o que não nos mata, torna-nos mais fortes. As saudades ainda permanecem, sempre, mas comecei a dar mais valor e a passar mais tempo com as pessoas que amo nas minhas viagens a Paris. Consequentemente as pessoas pararam de me perguntar quando regressaria a Paris, de vez, pois repararam que estava mais serena, mais feliz ou simplesmente em paz comigo própria. A família e os verdadeiros amigos continuarão sempre a fazer parte de mim e continuam presentes mas de uma forma diferente. Os melhores amigos perduram, tal como todas as mais poderosas relações amorosas à distância (já agora queria agradecer o WhatsApp, Skype e o Facebook).

Voltar a Paris é sempre uma alegria, tenho a sorte de o poder fazer várias vezes ao ano, mas hoje já não considero sequer viver lá. Sinto-me bem em Portugal, sinto me EU!

Quase 3 anos depois, Viseu tornou-se demasiado pequeno para mim… afinal de contas sou mesmo uma rapariga da cidade!

Outubro sempre foi o meu mês! O mês do meu aniversário, das folhas que se colorem de vermelho nas árvores, o mês da luta contra o cancro da mama, o mês cor-de-rosa… mas este ano, o mês de Outubro será especial. O mês de mais um começo. De novos desafios. De Lisboa. ♥

PS: Aproveito para vos deixar algumas fotos do último dia de trabalho em Viseu. Os meus colegas desafiaram-me para me vestir à colegial e claro….. eu aceitei! 😉

12064254_10156015163955198_642906188_n12042073_10156015184450198_137420217_n