Lisboa, será o proximo Barcelona?

 

Quando uma parisienne se queixa do turismo intenso. 

Esta semana tive um amiga em minha casa. Como boa amiga, quis mostrar-lhe o meu Lisboa de hoje, aquele que eu não conhecia há 4 anos atrás, a primeira vez que ela cá esteve.

Aproveitamos uma tarde mais ventosa para visitar os museus.

A Fundação Berardo é sem dúvida um dos meus museus favoritos. Desde já porque sou, desde sempre, uma grande fã de arte contemporânea e porque na minha opinião a arquitetura é simplesmente lindíssima… mas também porque é o museu que « oferece » cultura a qualquer português, grátis. Enfim… oferecia! Antes de colocarem a entrada a 5€. Fiquei estupefacta com esta novidade.

Mais uma vez é o que o turismo nesta cidade está a fazer. Estamos a ficar como Barcelona, a vendermo-nos aos turistas que andam a tirar a alma ao nosso país.

Lisboa está cada vez mais carregada de turistas, nas lojas já só falam inglês e os preços subiram e a alma da cidade está a desaparecer pouco a pouco. Será que estamos prontos a desertar Lisboa, para a deixar cheia de hotéis e turistas que invadem todos os nossos sítios?

O turista é bom para a economia mas nunca na minha vida me senti tão incomodada por eles, nem em Paris.

Hoje sinto que Lisboa já está a perder o seu encanto….

Ps : Ainda podem visitar o museu a pala aos sabados… toca a aproveitar !

PS 2 : esta saia é da Monoprix antiga antiga antiga, o top da Massimo Dutti e as Sapatilhas Bensimon !

Não se esquecem de seguir o blog no Instagram e no Facebook ! ♥